"Só não teremos Lei de Bases da Saúde se o PS considerar as PPP mais importante"

Catarina Martins diz que o Bloco esteve sempre disponível para a convergência com outros partidos para a nova Lei de Bases, apenas com duas condições: o fim das taxas moderadoras e o fim das parcerias público-privadas. A coordenadora do BE pede ao PS que aprove agora a Lei e que deixe para a próxima legislatura a possibilidade de novas PPP.