O ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes, sabia "desde o início" de todo o plano da Polícia Judiciária Militar para recuperar o material roubado de tancos. A conclusão está escrita no despacho do Ministério Público, conhecido esta sexta-feira. Azeredo Lopes já reagiu dizendo que nada fez de ilegal