Tancos: "É pouco crível que [Costa] não soubesse"

O presidente do PSD reagiu desta forma à acusação no caso de Tancos, que tem como um dos principais arguidos o antigo ministro da Defesa, Azererdo Lopes, que está acusado de quatro crimes.

Azeredo Lopes é acusado de dois crimes em regime de autoria singular e dois em co-autoria, e ainda a uma pena acessória de probição do exercício de funções.

Em regime de autoria singular responde por um crime de abuso de poderes e um de denegação de justiça.

Já em co-autoria, com outros 12 arguidos, entre os quais o ex-diretor da PJ Militar, o coronel Luís Vieira, e o ex-porta-voz da PJM, major Vasco Brazão, foi acusado de um crime de denegação de justiça e prevaricação e um crime de favorecimento pessoal praticado por funcionário.

Sobre "Notícias"