Tancos: ex-diretor da PJM diz que Marcelo admitiu pedir à PGR que revisse despacho, mas PR desmente

O antigo diretor da Polícia Judiciária Militar acusa a ex-Procuradora Geral da República de ter cometido uma ilegalidade ao atribuir a investigação à Polícia Judiciária. Luís Augusto Vieira dá ainda a entender que durante uma visita à base de Tancos, o Presidente da República admitiu tomar a iniciativa de pedir a Joana Marques Vidal que revisse o despacho do Ministério Público. O presidente já desmentiu.