Ucraniano morto: Provedora de Justiça vai definir o montante da "indeminização à família da vítima"

o Governo anunciou, esta quinta-feira, que o Estado português vai pagar uma indemnização à família de Ilhor Homeniuk, o cidadão ucraniano que foi morto em 12 de março em instalações do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) no aeroporto de Lisboa.O ministro da Administração Interna esclareceu que foi pedido à Provedora de Justiça que estabelecesse o montante da indeminização, antes mesmo de começar o julgamento, marcado para o início do próximo ano. 

Quanto à demissão da diretora do SEF, muito criticada por ser tardia, Eduardo Cabrita disse que o Governo não o poderia ter feito sem haver responsabilidade criminal ou disciplinar.

Sobre "Notícias"