Polónia afasta migrantes da fronteira com canhões de água

As forças de segurança da Polónia, que estão mesmo junto à fronteira com a Bielorrússia, responderam ao arremesso de pedras com canhões de água.

Apesar dos recontros mais violentos, do arame farpado, do frio e da fome, milhares de pessoas não desistem de querer entrar na União Europeia.
 

Sobre "Jornal das 8"