Português que morreu em prisão na Indonésia estava a ser acompanhado pela embaixada

Um cidadão português está entre os 41 mortos causados por um incêndio na prisão de Tangerang, na Indonésia. O complexo nos arredores de Jacarta tinha duas vezes e meia mais lotação que o suposto. Segundo a agência Associated Press, que cita o ministro da Justiça, Yasona Laoly, o homem estava a cumprir pena por crimes relacionados com droga.

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, adiantou que a embaixada está a tentar contactar a família.

Sobre "Esta manhã"