“Portugueses não entenderiam deriva" na campanha para debater Tancos

Jerónimo de Sousa disse que tancos deve ficar fora da campanha.

Para o líder da CDU,  os "portugueses não entenderiam uma deriva"  para abordar o caso.

Em declarações aos jornalistas no Barreiro, Jerónimo recusou dizer se o primeiro-ministro e o Presidente da República deveriam ser chamados ao Parlamento.

Sobre "Notícias"