Portugueses pagaram 727 milhões de euros para sistema que nunca foi usado nem testado

Número foi revelado no relatório preliminar sobre rendas excessivas de energia, que analisou os custos do mecanismo que prevê uma compensação para as empresas poderem reduzir o seu próprio consumo em qualquer altura. A ideia é alimentar o sistema geral em caso de falha elétrica