Professores: o tempo de serviço integral foi aprovado, falta definir a forma como vai ser feito

A jornalista Graça Picão assistiu à reunião desta quarta-feira, na comissão parlamentar de educação, que ficou marcada por um momento inédito: a convergência do Bloco de Esquerda, do PCP, do CDS-PP e do PSD na aprovação da contabilização integral dos 9 anos, 4 meses e 2 dias de tempo de serviço congelado dos professores. Deixando, assim, o PS, que votou contra, totalmente isolado nesta votação