Providência cautelar é a forma preferida dos portugueses para reagir a decisões políticas

Nos últimos anos, as principais obras públicas do país foram impedidas de avançar, através das conhecidas "providências cautelares". É aparentemente a forma preferida dos portugueses para reagirem perante decisões políticas que consideram ilegais.

Sobre "Jornal das 8"