"Relatório não vai ao fundo da questão, a polícia também é alvo"

Relatório do comité do Conselho da Europa contra a tortura é demolidor para as forças de segurança e para as prisões em Portugal. "Relatório é baseado em queixas, é preciso avaliar se são provadas", diz o presidente da Associação Socio-Profissional dos Polícias