Rosa Grilo arrependida por ter mentido a seguir à morte de Luís Grilo

Terminou mais uma sessão de julgamento de Rosa Grilo e de António Joaquim, suspeitos do homicídio do triatleta Luís Grilo.

As alegações finais foram adiadas para a próxima terça-feira porque a defesa de António Joaquim quis juntar mais meios de prova a este processo, nomeadamente o manual de procedimentos da Polícia Judiciária.

Rosa Grilo disse em tribunal que estava arrependida por ter mentido nos momentos posteriores à morte de Luís Grilo e mantém que o ex-marido foi assassinado por angolanos.

Sobre "Notícias"