Rosa Grilo pediu aos jurados que decidissem "sem medos ou pressões"

A suspeita do homicídio do marido, em coautoria com o alegado amante, falou aos jurados no dia das alegações finais do julgamento, pedindo-lhes que decidam ser ser influenciados. 

Ministério Público pede pena superior a 20 anos para os dois arguidos mas não pede a pena máxima, levando em conta a ausência de antecedentes criminais e o facto de que Luís Grilo teve morte instantânea, sem sofrimento.

Sobre "Notícias"