Rui Costa e a centralização de direitos de TV: «O Benfica não sairá prejudicado»

Rui Costa garantiu hoje que o Benfica não irá receber menos com a centralização de direitos televisivos, que vai avançar nas próximas épocas.

«Os direitos de TV foi um tema bastante discutido e foi criada agora uma forma de estudar qual é o melhor processo para chegar a um fim que sirva a todos nós. O futuro do futebol português passa pelo interesse de todos e não apenas de quarto ou cinco clubes», começou por dizer o presidente dos encarnados à margem da Cimeira de Presidentes da Liga, que decorreu esta tarde no centro de congressos da Alfândega do Porto.

«É do interesse de todos que as equipas estejam mais fortes e que haja mais poder financeiro. O Benfica não irá certamente ser prejudicado, mas não tem nenhum interesse em pensar sozinho no futebol português. Se as equipas mais pequenas tiverem mais poder eu vou sair beneficiado na mesma», acrescentou Rui Costa, que se escusou a comentar qualquer a demissão em bloco da direção do Benfica e a convocação de eleições para 9 de outubro: «Hoje vim aqui enquanto presidente do Benfica. Não estou em campanha eleitoral.»