Rui Pinto libertado: "Isto é o resultado de uma colaboração mútua entre ele e a PJ"

Rui Pinto vai abandonar esta sexta-feira as instalações da Polícia Judiciária (PJ), mas com a obrigação de apresentações semanais. O hacker estava em prisão domiciliária num anexo junto à PJ desde 8 de abril deste ano. 

Na ótica de Henrique Machado, editor de Justiça da TVI, esta notícia já era esperada, porque já se estava a tornar "insustentável a manutenção de uma medida de coação tão gravosa". 

Desde dezembro de 2019 que Rui Pinto estava preso - quer quando esteve em prisão preventiva, como agora enquanto esteve em prisão domiciliária - o que significa, que em janeiro de 2021 faria dois anos que o hacker estava privado da sua liberdade. 

Henrique Machado considera que esta libertação é o resultado "de uma colaboração mútua entre Rui Pinto e a Polícia Judiciária". 

Sobre "Notícias"