Sá Carneiro: “Tinha objetivos políticos muito claros e que não eram pacíficos”

O jornalista Miguel Pinheiro, autor de uma grande investigação que culminou na publicação de uma biografia de Francisco Sá Carneiro, explica que hoje Sá Carneiro é uma figura consensual, mas à data tinha vários inimigos, devido aos objetivos políticos que tinha.

O especialista lembra que Sá Carneiro objetivava colocar um ponto final com o que “restava do processo revolucionário”, “acabar com a tutela dos militares sobre o poder político” e “liberalizar a economia portuguesa”, temas que lhe criaram vários inimigos.

“O que mais me impressionou foi a quantidade de pessoas que discordavam violentamente de Sá Carneiro, não gostavam dele e que o queriam travar”, destaca Miguel Pinheiro.

Sobre "Notícias"