Salário mínimo: a difícil negociação que aí vem

PCP quer aumentar para 600 euros já em 2018, mas patrões já disseram que não aceitam