Santos Populares e não só: aumenta a pressão para avançar no desconfinamento

Apesar das autarquias terem cancelado arraiais, concertos e fogo-de-artifício, os especialistas acreditam que, mesmo assim, as pessoas não vão ficar em casa durante os santos populares.

Já os empresários dos bares e discotecas  pedem também medidas para iniciar o desconfinamento de um sector que está paralisado há mais de 14 meses.

Sobre "Jornal da Uma"