Santos Silva explica o gasto de 100 mil euros em livros de Sócrates

Ainda não terminou o extenso interrogatório a Carlos Santos Silva, no Processo Marquês.


O empresário e amigo de José Sócrates enfrenta o terceiro dia de perguntas do juíz Ivo Rosa.


Ao longo desta terceira sessão, o empresário foi questionado sobre os 100 mil euros que gastou em livros escritos por Sócrates, assim como sobre as escutas que colocam o ex-primeiro-ministro como proprietário da casa de Paris. 

Sobre "Jornal das 8"