O ministro das Infraestruturas diz que ainda é possível cancelar a greve e promover o diálogo com os sindicatos que entregaram o pré-aviso. Mas deixa o aviso: o Governo está preparado para minorar os efeitos caso a paralisação avance.