SEF desmantelou rede internacional de prostituição

A rede utilizava apartamentos no Norte do país, mas era liderada por cidadãos colombianos. Mais de 100 mulheres foram obrigadas a prostituir-se em localidades como Fafe, Vila do Conde ou Póvoa de Varzim.

Sobre "Jornal da Uma"