Seis meses depois, o que mudou no processo Lex

No processo Lex, o juiz desembargador Rui Rangel e os demais arguidos aguardam há vários meses pelo fim do inquérito. A TVI sabe que a acusação era esperada em janeiro, mas seis meses depois está tudo na mesma. O juiz é suspeito de crimes como corrupção, recebimento indevido de vantagem, branqueamento de capitais, tráfico de influências e fraude fiscal, continua suspenso de funções. Já a juíza Fátima Galante, ex-mulher de Rangel, regressou ao Tribunal da Relação de Lisboa.