Pedro Pardal Henriques define o plenário de amanhã como prazo para ser apresentada uma contraproposta. Os patrões dizem que tudo não passa de uma farsa.