Síria: OPAQ começam sábado a investigar ataque químico

O presidente francês garante que tem provas de que o regime sírio usou armas químicas. Mas Emmanuel Macron diz que atacar Assad é uma decisão que ainda não está tomada e o próprio Donald Trump assegura que afinal nunca disse que o ataque estava iminente. Moscovo reitera que um assalto ocidental na síria terá consequências muito sérias