25 de Abril: madeirenses revoltaram-se por ter de acolher figuras do regime derrubado

Num primeiro momento após o 25 de Abril, os madeirenses revoltaram-se contra a presença das figuras do regime que foram enviadas para um palácio de luxo no centro do Funchal. Depois, seguiram-se os conflitos internos, protagonizados pela flama, um grupo clandestino que efetuou dezenas de atentados à bomba e outros catos de intimidação. Os alvos eram militantes de partidos de Esquerda.