“A madrasta podia ter dado um alerta e ter socorrido a criança, mas não o fez”

Henrique Machado, editor de Justiça da TVI, analisou, esta quarta-feira, os mais recentes desenvolvimentos do caso de Valentina Fonseca, no dia em que o pai e a madrasta ficaram em prisão preventiva, indiciados de homicídio qualificado e de profanação de cadáver.

O casal está indiciado dos crimes de homicídio qualificado e de profanação de cadáver. Sandro Bernardo foi ainda indiciado do crime de violência doméstica.

A moldura penal para o crime de homicídio qualificado pode ir até 25 anos de prisão, ou seja, a pena máxima em Portugal. Já a de ocultação de cadáver pode ir até aos cinco anos. 

Sobre "Notícias"