Acórdão que aligeirou violação em Gaia revolta associações

Associações consideram injusto e péssimo sinal para as vítimas, o acórdão do Tribunal da Relação do Porto, que reduziu as penas aplicadas a dois homens que violaram uma mulher numa discoteca em Vila Nova de Gaia