Advogado dos jovens portugueses acusados de violação vai recorrer

Dois dos quatro portugueses acusados de violar duas jovens espanholas, em Gijón, Espanha, vão aguardar julgamento em prisão preventiva.

Os outros dois cidadãos de nacionalidade portuguesa vão ficar a aguardar julgamento em liberdade, com a juíza a ir ao encontro das medidas de coação que tinham sido pedidas pelo Ministério Público espanhol.

O advogado dos jovens garantiu aos jornalistas que vai recorrer da decisão da juíza.

Sobre "Jornal das 8"