Alcochete: Roman Salin afirma “William e Rui Patrício” eram os principais alvos

O antigo guarda-redes do Sporting Roman Salin falou esta quarta-feira sobre os momentos de "terror" vividos no dia do ataque à Academia de Alcochete, no Tribunal de Monsanto, em Lisboa.

A testemunha relatou que tentou colocar-se entre os invasores e os dois colegas de equipa, mas que só conseguiu travar um dos elementos, o qual viria a “acalmar-se” depois de conversarem.

Sobre "Notícias"