Alentejanos tentam voltar à normalidade entre o medo da pandemia e o receio da destruição económica

Os surtos de Covid-19 e as várias mortes no Alentejo estão a afetar a vida daquelas populações já de si envelhecidas e com muitos idosos isolados.

Os dias fazem-se agora entre o medo da pandemia e o receio da destruição económica, com a paragem de muitas atividades.

O que aconteceu num lar em Reguengos de Monsaraz, em que morreram 18 pessoas e levou mesmo o Ministério Público a abrir um inquérito, deixou marcas nos habitantes desta vila.

Também o surto de covid-19 em Mora deixou a população em sobressalto. E, um mês depois dos primeiros casos com infetados,  os habitantes da freguesia fazem um esforço para voltar à normalidade. 

Sobre "Jornal das 8"