“Alexandra Borges”: donativos dos fiéis alimentam SGPS da IURD

Investigação da TVI revela uma organização comercial erguida à custa de dinheiro isento de impostos. Universal montou entidade empresarial à parte para manter benefícios fiscais. Só em 2017 foram mais de 1 milhão de euros que não entraram nos cofres do Estado

Sobre "Alexandra Borges"