Amadora-Sintra: Ministério Público vai investigar causas da morte de bebé prematuro

O Ministério Público abriu um inquérito ao caso da morte de um recém-nascido no Hospital Amadora-Sintra, depois da mãe ter sido transferida por não haver incubadoras disponíveis no Hospital de Faro. Os dois hospitais seguiram o mesmo caminho

Sobre "Notícias"