“Ana Leal”: casos em que tudo correu mal num hospital que integra a elite dos mais tecnológicos do mundo

O programa "Ana Leal" de hoje apresenta uma investigação sobre um dos hospitais portugueses que integra a elite dos mais tecnológicos do mundo e que conquistou o certificado de excelência na segurança com os doentes. Foi neste hospital que Dídia morreu com 44 anos, em agonia, sozinha, com um filho dentro de si de 19 semanas. Foi também nesse hospital modelo que José Baptista entrou pelo próprio pé e saiu numa cadeira de rodas devido a uma falha inexplicável.

Sobre "Ana Leal"