António Costa responde por escrito pela segunda vez no processo de Tancos

Num depoimento, por escrito, o primeiro-ministro enaltece a lealdade do ex-ministro da Defesa e acredita que Azeredo Lopes desconhecia a investigação paralela da Polícia Judiciária Militar e a encenação da recuperação das armas.

António Costa nega também qualquer conhecimento prévio da alegada encenação.

Sobre "Jornal das 8"