Arguidos no processo da "máfia do sangue" acusados de corrupção e fraude fiscal

Paulo Lalanda de Castro e Luís Cunha Ribeiro já estão formalmente acusados no processo que ficou conhecido como "máfia do sangue".

Vão responder por corrupção, branqueamento e fraude fiscal, num caso que foi denunciado numa reportagem da TVI. 

Sobre "Jornal da Uma"