A presidente do Hospital de São José, Teresa Sustelo, confirmou que não foi feito nenhum contacto para transferir para outra unidade o jovem de 29 anos que morreu em dezembro com um aneurisma roto e afirmou que foram seguidas as diretrizes internacionais