Está rodeada de tensão uma conferência internacional de movimentos de extrema direita e nacionalistas agendada para Lisboa, este sábado. PCP e Bloco de Esquerda repudiam a realização deste encontro. O Presidente da República diz que é necessário que o sistema politico português continue a ser um exemplo contra os radicalismos. Já a Frente Unitária Antifascista está a promover uma petição em que pede às autoridades portuguesas que impeçam a reunião nacionalista e convoca os portugueses para uma concentração de protesto também em Lisboa.