Autarca de Borba foi acusado da morte de cinco pessoas

Ministério Público acusou o presidente da Câmara Municipal de Borba, António Anselmo, na sequência da derrocada na pedreira de Borba. António Anselmo recusa demitir-se e diz-se de consciência tranquila.

Sobre "Jornal da Uma"