Autarca de Gaia e ex-adjunto vão ser julgados

Presidente da Câmara de Gaia esteve esta manhã no tribunal, acusado pelo Ministério Público dos crimes de difamação e injúria, na sequência de uma queixa-crime apresentada pelo seu ex-adjunto, Bruno Santos, que se sentiu visado por dois textos publicados por Eduardo Vítor Rodrigues nas redes sociais