O Infarmed autorizou a compra do medicamento que pode salvar a vida a Matilde. Os pais da bebé explicaram que mesmo em casa, a menina tem de estar protegida.