Joe Berardo escreveu uma carta aberta, ao presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, onde diz que, quase só em juros, já pagou 231 milhões de euros à banca, a troco de nada. O empresário acusa ainda o Parlamento de danos à honra pessoal, por ter divulgado as imagens da sua audição.