Bombeiros: “Não existem regras para a atribuição de carros"

É um luxo sem justificação: carro, combustível, isenção de portagens. No Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa há quase 20 chefes a usarem as viaturas de serviço quer vivam a 10 ou a 100 quilómetros do quartel. 

Rogério Rodrigues do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa e sub-chefe de segunda classe falou sobre esta situação no denunciada numa reportagem do programa "Ana Leal"