Casas de acolhimento pedem aos tribunais que não deixem crianças passar o Natal em casas

Vários tribunais portugueses estão a proibir crianças que vivem em casas de acolhimento de passarem o Natal com as famílias. Os juízes invocam o estado de emergência e o risco de contágio por covid-19 para indeferir os pedidos. A presidente da associação AjudAjudar, Sónia Rodrigues, afirmou que são as casas de acolhimento que pedem a medida.

Sobre "Notícias"