Chefes de cirurgia de Faro recusam fazer urgências a partir de janeiro

Os chefes de cirurgia o Centro Hospitalar Universitário do Algarve recusaram prestar cuidados no serviço de urgências a partir do próximo ano.

Os clínicos informaram o centro hospitalar desta decisão enquanto o bastonário da Ordem dos Médicos visitava a infraestrutura.

Sobre "Jornal das 8"