Colégios com contrato de associação enviam 2500 cartas ao Ministério

Representantes do Movimento em Defesa dos Colégios com Contrato de Associação deixaram hoje 2500 cartas no Ministério da Educação. Reivindicam a manutenção dos contratos de três anos celebrados com o anterior Governo.

Já ontem foi revelado o estudo que serviu de base aos cortes no financiamento. A análise à rede escolar privada pedida pelo governo revela por exemplo que há um colégio financiado que tem ao lado uma escola pública com metade das salas vazias e um colégio com 27 estabelecimentos públicos a menos de 10 quilómetros.