Com bares e discotecas encerrados, jovens recorrem a bombas de gasolina para comprar álcool

 

A Câmara de Cascais proibiu a venda de álcool nas bombas de combustível entre as oito da noite e as oito da manhã. Esta medida tomada pelo presidente da autarquia surge depois de terem sido denunciados ajuntamentos superiores ao que a lei permite.

Sobre "Jornal da Uma"