Comboios: Passos autorizou 100 técnicos, Costa revogou decisão

O reforço de 100 funcionários para o Instituto de Mobilidade e Transportes foi chumbado pelo atual Governo. O reforço tinha sido autorizado em 2014 durante o executivo de Passos Coelho, para fiscalizar a segurança do setor ferroviário.

Sobre "Jornal da Uma"