Coronavírus: rastreios só são feitos à saída da China

O rastreio dos passageiros que saem da China são feitos apenas na hora de embarcar.

Na chegada, a Direção-Geral da Saúde descarta para já a necessidade de medidas adicionais.

Sobre "Jornal da Uma"