“Decidi expôr-me como último recurso"

Ângela, viúva de Hugo, explica que só avançou para a reportagem “Amor Sem Fim” como “último recurso”. A protagonista da peça jornalista revela que, neste momento não sabe se o esperma do marido falecido já foi ou não destruído. Ângela garante que foi a consultas de oncogenética com Hugo, onde lhe confirmaram que o cancro do marido não teria transmissão genética.

Sobre "Alexandra Borges"